segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Nada como um dia após o outro!

Talvez isso tenha valor para tudo na vida da gente!
Um dia após o outro, um dia após o outro...
Assim nos levantamos, nos recuperamos, nos replanejamos e nos reconstituímos.
Oportunizamos tempo para as feridas secarem, deixarem apenas as cicatrizes, tempo para as mágoas se acomodarem e para respirarmos sem que o peito doa ou a bola na garganta atrapalhe de falarmos.
Tempo na verdade para voltar a tocar a vida!
Porque quem leva na cara, ou uma rasteira, ou bola nas costas, ou seja lá que nome vierem a dar, jamais esquecerá!
Mas, o tempo é remédio para cicatrizar e de cicatrizes eu entendo, srsrsrsrrs...
Ana Paula