quarta-feira, 15 de junho de 2011

"Só sei que nada sei..."

Onde andam as certezas, as verdades que nos traziam segurança?
Por onde andam os princípios, os valores que norteavam nossos caminhos?
Por onde andará a confiança, o companheirismo que baseávamos nossas relações?
E a sinceridade e tranparência, que tão logo percebíamos nos olhos do semelhante?
Não sei para onde fugiram e se um dia realmente existiram!
"Só sei que nada sei..."
Ana Paula

Nenhum comentário:

Postar um comentário