sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Não supervalorize o passado, sua "história", seus traumas, sua dor de cotovelo. Todo mundo tem feridas, todo mundo leva tombos, cada um sabe o que traz na bagagem. Tenha sim coragem de valorizar seus milagres, aquilo que é real e palpável, o terreno onde pisa, as mãos entrelaçadas às suas.

___ Fabíola Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário