domingo, 25 de dezembro de 2011

Votos verdadeiros e votos...

Época de abraços e de muitos votos, de realizações, de saúde, de amor, de amizades, de dinheiro etc.
Uma listagem interminável que desejamos a nós mesmos e aos outros.
Espera aí, eu disse ao outros? Rsrsrsrs...
Particularmente, disse apenas aos que realmente desejo-os!
Entretanto, convenhamos amigo,  vai dizer que você já não foi abraçado por alguém que não esperava?
Um amigo da "onça", que te deu "bola nas costas" o ano inteiro, que tu sabe que te "puxa o tapete" direto com teu chefe, que sai falando por aí que você disse o que nunca você sonhou em dizer, que inveja tuas coisas, teu emprego, teu carro, tuas viagens, até tuas doenças, rsrsrssr, e que, neste momento do ano, o espírito Natalino toca-o e ele resolve desejar-lhe coisas boas, bonitas e do fuuuuunnnnnndo do coração, rsrsrsr. Aconteceu com você? Ainda não? Então aguarde, pois, ainda tem os votos de virada de ano...rsrsrs!
Não se gastem comigo, poupem-se, não precisam ser "educados", não façam nada por "obrigação" ou por "convenção social", tenham coragem, sejam vocês mesmos, por favor, sejam a droga de seres humanos que estão acostumados a ser!
Bom mesmo são aqueles votos seguidos de abraços apertados, cheios de carinho, admiração e que não dão vontade da gente soltar. Abraços de amigos de verdade, do peito e que independente das adversidades estarão ao nosso lado. Esses amigos a gente reconhece-os pelo olhar, pelo caminhar e muitas vezes nem precisam falar.
Podem ser poucos, mas, confirmados!
Aos meus amigos, meu muito obrigado por mais um ano e que 2012 seja repleto, recheado de realizações, que de perto, ou de longe, possamos continuar nos suportando, nos chateando, nos amando, porque a vida só tem sentido quando rodeada de pessoas especiais.
Um forte, um grande, um apertado, um carinhoso abraço!
Ana Paula

Nenhum comentário:

Postar um comentário