sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Baixa imunidade...

É amigos, definitivamente, nunca mais fui a mesma desde o acidente.
Acredito, que fiquei com baixa imunidade, pois, uma virose a km daqui eu já "pego".
Essa semana estou de molho, novamente, em casa.
Ou pisei num vudú, ou joguei pedra na cruz, ou, sei lá o que está acontecendo.
Também, começo a pensar que baixa a imunidade de meu corpo de acordo com a frequência ou não das crises dos transtornos emocionais ainda decorrentes do acidente, como o estresse pós trauma e pânico, ainda não completamente superados com os tratamentos.
Nosso corpo trabalha como uma grande engranagem, quando falha uma pequena peça certamente causará problemas nas demais.
Podem ter certeza, que os piores, os mais difíceis e os mais demorados de serem tratados serão sempre os danos psicológicos.
Um dia, talvez, possa lhes contar se há cura para o trauma.
Enquanto este dia não chega, vou tratando as consequências deste.
Contudo, nada é por acaso e nem tão pesado que eu não possa carregar!
Ana Paula

Nenhum comentário:

Postar um comentário