terça-feira, 5 de julho de 2011

Cicatrizes!

Feridas, escoreações, traumatismos, luxações...
Provocam dor, inchaço, hematomas, lágrimas...
Precisam ser cuidados, debridados, drenados, curados...
E restam as cicatrizes!
Cicatrizes na pele e cicatrizes na alma.
Cicratrizes na pele não doem, entretanto lavam-nos até as cicatrizes na alma.
E essas doem, doem demais!
Queria com um pincél, com tinta mágica, pintar todas todas as marcas na pele, escondê-las num lugar onde jamais os olhos alcançarão, porque o que os olhos não veem o coração não sente.
Mas, não consigo!
São marcas da vida, de uma história, de um caminho e/ ou trajetória.
As cicatrizes na alma, poderiam doer menos, mas, propositalmente, acredito que tem essa intensidade para lembrarmos quem somos e do que passamos para valorizarmos o que temos.
Nem sempre a vida é fácil e o simples fato de manter-se viva torna-se um sacrifício, as marcas devem servir como aprendizado disso!
Ana Paula

Nenhum comentário:

Postar um comentário