terça-feira, 28 de junho de 2011

Carga!

Para alguns de menos, para outros demais!
Não há uma medida exata do que cada um deve ou não carregar na vida, ou pelo menos não estamos cientes disto. O que se apresenta, muitas vezes, são cargas pesadas e de difícil carregamento para alguns, já para outros, vida fácil, cheia de benefícios e facilidades.
Entretanto, confirmo o ditado popular "não largamos na porta do outro o que veio para a gente carregar" , assim como, o ditado que acabo de criar, rsrsrs... os outros não devem pagar pelo meu pedágio! Ou seja, os outros não tem culpa por eu ter que carregar tamanha carga.
Tem carga que carregamos a partir de escolhas, daí nem podemos discutir, o negócio é tentar resolver quietinha. Porém, tem cargas que desabam em nossas cabeças, assim, do nada, de uma hora para outra, contrariando toda a lógica, a tal "bagunça" que a vida faz e essas dá vontade de chorar, espernear, chutar o balde, demoram mais tempo e energia para resolvermos, quando conseguimos resolver é claro!
Se a vida não sorri sempre para mim, vai ver é justamente aí que se encontra o que tenho que aprender nesta passagem... aprender a sorrir para a vida mesmo assim!
Se encararmos o problema de forma positiva, talvez tenhamos um retorno mais positivo que esperamos e ainda resguardamos os demais dos "respingos"  de mau humor, rsrsrsrsr.
Para tudo tem um jeito, menos para uma coisa "aquela".
Ana Paula

Nenhum comentário:

Postar um comentário